Páginas

21 de agosto de 2013

ingenuidade (¿)

Não tenho qualquer disponibilidade para este mundo; a alma ficou-se-me em terras de Cervantes, nas tuas estantes, língua, lábios, dentes. 
Aqui a gente é de sal, aí somos de sol. 

Entretenho-me no limbo, no entretanto, para meu espanto o tempo corre veloz, 
em breve estaremos a sós, línguas, lábios, dentes
um lençol.

Ou talvez não. que ingénuo pensamento comum impregnado de idealismo…





RaquelDias

Enviar um comentário