Páginas

19 de julho de 2013

somam-se asfixias

Assim se fixa petrifica e permanece
comprimido reduzido à metade
se amaste eu não sei.

Canso-me na abstração
em vão procuro-te na mão vazia
sempre morro na periferia,
na histeria da indecisão.

O abalo é secreto
um irrequieto inseto
que procuro exterminar

Somam-se asfixias
     sinestesias ao peito descoberto
               até que do meu deserto
                    nasce a flor da poesia



Raquel Dias
Enviar um comentário