Páginas

27 de janeiro de 2015

tão imensamente feliz

E ainda assim tu ficas, tu insistes e resistes à guerra, à miséria das minhas linhas, fazes-me feliz, tão imensamente feliz que por um triz não te queria.

Raquel Dias
Enviar um comentário