Páginas

19 de maio de 2015

não tenhas medo de mim

não tenhas medo de mim


a tua saliva sempre
me pareceu mais densa
talvez até mais doce
que as framboesas

se te amo,
é porque sim
não tenhas medo
das minhas certezas.



Raquel Dias
Enviar um comentário