Páginas

21 de setembro de 2015

poemas que brotam da paisagem (1)



quem te quis
sem conhecer-te os cantos
nunca te amou.



derivação de uma canção e
pensamento de autocarro
Montenegro, 2015.



azul
é tão
azul

quando o mar
os lagos e
o céu
se misturam
inauguram
um novo tipo
de paz.

(fosse eu capaz de leva-la comigo. em mim.)

nas muralhas
Croácia, 2015


Enviar um comentário